Rubrica - Alimentos do Bem | Sobre os Alimentos

Alimentos do Bem # Abóbora

25 Setembro, 2017
RSS
Facebook
Facebook
Instagram
Bloglovin
E-mail
Blogs Portugal

Lembram-se da rubrica “Alimentos do Bem”? Hoje falamos de Abóbora!!!

Nunca comi tanta abóbora como agora … aprendi a gostar de legumes e dos bons 🙂

Para dar as boas-vindas ao Outono vamos saber um pouco mais sobre este vegetal maravilha!!

Que me sabe ainda melhor nesta altura do ano 🙂

Consciência alimentar

Relembro que para mim é mesmo muito importante ter consciência do que como.

Dos benefícios e características dos alimentos que ingiro no meu dia-a-dia.

Estarmos perfeitamente conscientes do alimentos que fazem parte do nosso dia-a-dia, ajuda-nos a perceber se nos estamos a alimentar saudavelmente ou não.

Ajuda-nos também a compreender que alimentos fazem mais sentido para o nosso corpo e se devemos ou não consumi-los.

Rubrica … hoje é Abóbora

Nesta rubrica “Alimentos do Bem”, fala-vos de alimentos que consumo.

Costumo usar Abóbora para fazer legumes salteados, legumes no forno, sopa, doces …

É muito versátil e saborosa 🙂

Curiosidades sobre a abóbora: 

Foi alimento para muitas tribos índias-americanas, sendo considerada um objecto de culto.

Chamamos comummente de legume ou vegetal mas efectivamente a abóbora é um fruto, pois tem sementes 🙂

Existem várias qualidades consoante o seu aspecto:
Abóbora-menina; porqueira; mugango; chila; hokaido; esparguete; Moranga;

As abóboras de inverno são mais calóricas do que as de verão, pois têm mais glúcidos.

No entanto, são ricas em vitaminas A e C.

Na Europa a abóbora-menina é a mais consumida, sendo uma abóbora de inverno, já na América do Norte é a abóbora citrouille, aquela abóbora do Halloween 🙂

Características e benefícios: 

Como foi dito anteriormente a abóbora é rica em vitamina A (principalmente as de inverno) e vitamina B9 (ácido fólico).

É também rica em zinco, sendo recomendada em casos de inflamação na próstata.

É sedativa (os médicos árabes utilizavam-na para provocar o sono), refrescante (os gregos e romanos utilizavam-na por esta característica), diurética, laxante, permitindo uma limpeza do organismo.

Tem um valor energético moderado (pode em sopa substituir a batata), com elevado densidade de minerais, bem como rica em fibra. Tem ainda um poder antioxidante.

Desta forma tem uma acção protectora ao nível cardiovascular e ajuda a retardar o envelhecimento.

Tem propriedades suaves que ajudam na digestão e nas paredes digestivas.

E as pevides de abóbora?

As suas sementes são ainda mais ricas em ferro, zinco, magnésio e fósforo e uma excelente fonte de proteína e gordura insaturada.

As pevides de abóbora são recomendadas para combater parasitas intestinais.

Bem como excelentes para combater a hipertrofia prostática, que afecta um número significativo de homens.

Utilização terapêutica:

A abóbora pode ser utilizada para melhorar diversos problemas de saúde, como por exemplo:

Artrite
Obstipação
Congestão e hipertrofia da próstata
Reumatismo, gota
Hemorróidas
Parasitose intestinal
Cáries dentárias
Queimaduras (aplicando sobre a pele)
Pode ser utilizada para melhorar o funcionamento dos rins e glândulas supra-renais
Insónias (cozendo em água as suas pevides descascadas e beber após o jantar)

Como Consumir:

Pode ser utilizada na confecção de muitos pratos 🙂

Desde snacks, sopas, pratos e sobremesas, aproveita-se o recheio, a casca e as suas sementes 🙂

Não devemos utilizar as abóboras muito grossas, pois são fibrosas e amargas.

As pevides devem ser consumidas como suplemento.

Pode ainda ser utilizada crua ou ralada em saladas.

Juntamente com maçãs faz sobremesas bem doces 🙂 e se adicionarmos canela … ui que maravilha!!

Para realçar o sabor das abóboras podemos temperar com especiarias ou ervas aromáticas.

Conclusão, se ainda não utilizam este legume (ou fruto 🙂 ) maravilhoso, ainda vão a tempo de começar 🙂   

Garanto-vos não se vão arrepender!!!

Inspirem-se e apaixonem-se.

Se quiserem, podem sugerir alimentos para eu abordar nesta rubrica!!

Saudavelmente

Sónia Gonçalves

Relacionados: 

http://saudavelmenteapaixonada.com/2017/09/01/alimentos-do-bem-figos/

http://saudavelmenteapaixonada.com/2017/09/08/alimentos-do-bem-tamaras/

http://saudavelmenteapaixonada.com/2017/09/15/alimentos-do-bem-trigo-sarraceno/

Fonte: Jean-Claude Rodet, Guia dos alimentos vegetais, Gradiva

Carvalho, Pedro; Teixeira Hugo; 50 Super Alimentos Portugueses, Matéria prima

Fonte da imagem: Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *